Blog

Rede de apoio social: com quem (e para quê) tu podes contar?

05/06/2018

Tu já percebeste a quantidade de pessoas que fazem parte da tua vida? Desde seu cônjuge até o motorista do ônibus que você pega sempre o mesmo todo dia? Quais pessoas são de fato significativas para ti? Com quem tu podes contar? E de que forma tu podes contar com estas pessoas?

Uma maneira de avaliar estas questões é através do MAPA DE REDES, proposto por Carlos Sluzki, teórico da terapia sistêmica. Neste mapa, como vemos abaixo, a rede é formada pela família, amizades, relações de trabalho/estudo, relações comunitárias (clubes, associações, lugares que frequenta regularmente). Para cada um destes quadrantes observa-se quem pertence ao: Círculo interno - relações íntimas, familiares e amigos próximos; Círculo intermediário – relações sem intimidade, amizades sociais e família extensa; e relações ocasionais – vizinhança, pessoas que encontra ocasionalmente na comunidade.

 

 

A rede social pessoal, portanto, pode ser definida como a soma de todas as relações que um indivíduo percebe como significativas ou define como diferenciadas da massa anônima da sociedade. Essa rede corresponde ao nicho interpessoal da pessoa e contribui substancialmente para seu próprio reconhecimento como indivíduo e para sua auto-imagem. 


Desta forma, a partir da construção do MAPA DE REDE do indivíduo, é possível avaliar sua rede. O mapa se constrói pontuando quais são as pessoas importantes da vida daquela pessoa. Algumas perguntas nos ajudam a definir quem incluir nesta rede: Com que você conversou, ou encontrou, nessa última semana? Quando você está com vontade de visitar alguém, para quem você liga? Quem é, ou poderia ser, um ombro para você chorar? Com quem você se encontra regularmente?

Outro aspecto importante do mapa de rede é a avaliação da função que as pessoas exercem na vida do indivíduo. Podemos pensar, a grosso modo, que esta é uma avaliação do PARA QUE EU POSSO CONTAR COM cada uma das pessoas do meu mapa de rede.

Sluzki aponta 6 funções dos vínculos, são elas:

Companhia Social: pessoas com quem realizamos atividades conjuntas ou simplesmente o estar juntos.

Regulação Social: Interações que lembram e reafirmam responsabilidades e papéis, neutralizam os desvios de comportamento que se afastam das expectativas coletivas.

Apoio Emocional: Intercâmbios que conotam atitude emocional positiva, clima de compreensão, empatia, estímulo e apoio.

Ajuda Material: Colaboração específica com base em conhecimentos de especialistas. Ou ajuda física, financeira.

Guia Cognitivo/Conselho: Interações destinadas a compartilhar informações pessoais ou sociais, esclarecer expectativas, proporcionar modelos.

Acesso a Novos Contatos: Abertura de portas para a conexão de pessoas e redes que até então não faziam parte da rede social do indivíduo.

A partir desta avaliação das funções de rede fica mais claro a avaliação de com o que eu possa contar para cada uma daquelas pessoas que fazem parte da minha rede. Eu tenho consciência da função de cada um? Será que a função que eu gostaria que a pessoa exercesse ela exerce de fato? Quais funções eu exerço na vida destas pessoas?

Para fechar o texto, trago uma reflexão direta da fonte sobre a importância da rede de apoio:  “Somos parte da identidade de familiares, amigos e tantos outros - muitas vezes, mesmo sem nos termos dado conta disso, sem ter dado importância a isso, sem perceber.Quem são as pessoas que estão incluídas em nossa rede? Quem faz parte de nossa identidade? Reconhecemos essas pessoas? As alimentamos? Tratamos delas como o que são, ou seja, como parte de nós mesmos?” (SLUZKI, 1997, p.59-60)


Referência: SLUZKI, C. A rede social: proposições gerais. IN: A rede social na prática sistêmica. Porto Alegre: Casa do Psicólogo, 1997.

 


Ficou curiosa/o? Quer saber mais sobre Redes de Apoio Social? Entre em contato pelo email psicologa@tatianaperez.com.br ou pelo whats 51-992792559. 

 

Please reload

Categorias
Please reload

Psicoterapia

Terapia de família, casal ou individual

Consultório na Zona Sul

(Av. Getúlio Vargas, 1691)

Posts Em Destaque

O que é saúde mental e como você pode cuidar da sua?

1/10
Please reload

  • Branca Ícone Instagram
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Spotify
  • images
  • icone_clean
  • _stc_square